All for Joomla All for Webmasters

 

Foi uma experiência muito gratificante, alegrar, alimentar, levar o sorriso a quem só recebe o desprezo e o descaso todos os dias, é um modo de valorização a vida. Seguindo o que Madre Teresa de Calcuta citou: “A todos os que sofrem e estão sós, dai sempre um sorriso de alegria. Não lhes proporciones apenas os vossos cuidados, mas também o vosso coração.
Juliana Maria dos Santos

 

Participar desse projeto tão legal me engrandeceu como pessoa. Nunca tinha tido a oportunidade de ficar tão próximo de pessoas completamente esquecidas por grande parte da sociedade brasileira. Ter esse contato direto com moradores de rua, dependentes químicos, crianças, todos muito carentes de atenção e assistência, tocou meu coração e me despertou ainda mais para o mais nobre dos gestos, que é a caridade. Parabéns por esse Projeto, que a cada ano cresce em estrutura, em colaboradores e em organização. É muito bonita a iniciativa de reintroduzir essas pessoas à sociedade e trazer de volta a dignidade perdida. A distância de onde moro acaba sendo um problema para mim, mas sempre que eu tiver condições, quero poder continuar participando e contribuindo. Obrigado por terem me acolhido e boa sorte nessa caminhada. Que Deus abençoe vocês e que muitos outros projetos iguais a esse sejam criados, para que essas pessoas nunca mais passem fome, frio e fiquem desamparadas.
Marcos Pessoa de Barros Martins

 

Participar da Turma da Sopa foi algo único em minha vida, não era acostumado a participar de ações de voluntariado e posso dizer que é algo bastante diferente e gratificante, poder trazer sorrisos e alegrias para pessoas que precisam de muitas coisas, é muito bom, espero que tenha sido a primeira de muitas experiências que possamos vivenciar através de ações de voluntariado.
Dante Fernandes

 

A experiência de participar de uma ação como esta é extremamente enriquecedora. O trabalho de ajudar manualmente/fisicamente em ações como estas não alimenta somente as pessoas necessitadas; nos alimenta também com sentimentos de solidariedade com o próximo. Agradeço à Turma da Sopa, por nos receberem de forma de gentil e acolhedora.
Ive Ciola Ferraz

 

É impagável a sensação de poder ajudar o próximo através de gestos tão simples. Acredito que a real beleza está na simplicidade dos atos e um dos maiores sentidos da vida é a satisfação de ser útil e de poder exercer o amor em forma de atitude.
Isabella Aguiar

 

Bom, foi muito gratificante participar dessa ação social com a Reintegra Turma da Sopa, seria um pecado na minha vida não conhecer um projeto de tamanha importância para as pessoas que estão passando por um “momento difícil em suas vidas” (isso foi uma das coisas que aprendi ). Aprendi grandes coisas nessas 3 vezes que fui ao projeto, uma delas é que quando você faz o bem se sente bem, ver as pessoas sorrirem para você por que simplesmente deu um copo com água a elas é uma sensação diferente de estado de alegria e ainda sabendo que elas tem todos os motivos do mundo para estarem tristes, mal-humorada e negativas, isso me faz refletir na vida que tenho hoje que devo valorizar mais as coisas, as pessoas e mirar no exemplo deles de estarem sempre alegres apesar da situação não favorável. Para mim foi uma experiência maravilhosa nessa curta vida que tenho e ver que existem pessoas no mundo que se importa com o seu próximo e olha que esse segundo maior mandamento da bíblia mais muito se esquecem disso e vemos o mundo como esta. Meu muito obrigado por me deixarem participar de um exemplo de como amar as pessoas sem distinção.
Eric da Silva Monteiro

 

Estar mais próxima aos moradores de rua e a equipe da Reintegra Turma da Sopa me fez recuperar o valor e a importância das coisas mais simples e básicas da vida e que todo ser humano quer e precisa... Um sorriso, um gesto de carinho, um abraço, uma palavra...
Denise Benatti

 

Participar da distribuição de cachorro quente com a “Reintegra Turma da Sopa” foi muito revigorante. Ver a dedicação de todos os envolvidos em ajudar a quem precisa, foi emocionante.
Ricardo Franci de Oliveira Vasconcelos

 

ão sei ao certo como expressar o que foi viver aquele momento, foi a primeira vez que me voluntariei. A sensação de estar ajudando o próximo, foi algo novo, bom por estar ajudando, e ainda melhor por me sentir bem com isso. O mundo, com certeza, se tornaria um melhor lugar se todos nós aprendêssemos a amar aqueles que convivem com a gente, aqueles que não conhecemos ou aqueles que nunca chegaremos a conhecer.
Renato de Aguiar Neto

Sobre a ONG

A Reintegra Turma da Sopa, fundada em 1992, desenvolve o trabalho de reintegrar o individuo em situação de rua e ou dependência química à sociedade.

Notícias

Contato rápido

Reintegra Turma da Sopa
Rua Bernardino de Campos,1474
Brooklin Paulista
São Paulo
CEP: 04620-004

11 5533-7143

administrativo@reintegraturmadasopa.org.br

Parceiros