All for Joomla All for Webmasters

O crack é uma mistura de cocaína em forma de pasta não refinada com bicarbonato de sódio. Ele se apresenta na forma de pequenas pedras e pode ser até cinco vezes mais potente que a cocaína. Ao contrário da maioria das drogas, o crack não tem sua origem ligada a fins medicinais, pois ele já nasceu como uma droga para alterar o estado mental do usuário. O nome “crack” vem do barulho que ele faz quando está sendo queimado para ser consumido.

A droga leva 10 segundos para fazer o efeito. As primeiras sensações são de euforia, brilho e bem-estar, descritas como o estalo, um relâmpago, o “tuim”, na linguagem dos usuários. Na segunda vez, elas já não aparecem. Logo os neurônios são lesados e o coração entra em descompasso (de 180 a 240 batimentos por minuto) e ocorre a “fissura” por novas doses. Depois de pouco tempo de uso, os efeitos físicos mais visíveis causados pelo crack começam a ser notados. O rosto perde a cor, as bochechas somem, a pele ganha rugas e manchas, os olhos perdem o brilho e os dentes caem.

Após o uso intensivo e repetitivo, o usuário experimenta sensações muito desagradáveis como cansaço e intensa depressão.

A tendência é aumentar a dose, porém essas quantidades acabam por levar o usuário a um comportamento violento, irritabilidade, tremores, perda do interesse sexual e a ter atitudes bizarras devido ao aparecimento da paranoia (chamada entre eles de “Noia”).

Há risco de hemorragia cerebral, fissura, alucinações, delírios, convulsão, infarto agudo e morte.

O caminho da droga no organismo: do cachimbo ao cérebro

  • O crack é queimado e sua fumaça aspirada passa pelos alvéolos pulmonares.
  • Via alvéolos o crack cai na circulação e atinge o cérebro.
  • No sistema nervoso central, a droga age diretamente sobre os neurônios. Com isso as atividades motoras e sensoriais são super estimuladas. A droga aumenta a pressão arterial e a frequência cardíaca.
  • O crack é distribuído pelo organismo por meio da circulação sanguínea.
  • No fígado, ele é metabolizado.
  • A droga é eliminada pela urina.

Sobre a ONG

A Reintegra Turma da Sopa, fundada em 1992, desenvolve o trabalho de reintegrar o individuo em situação de rua e ou dependência química à sociedade.

Notícias

Contato rápido

Reintegra Turma da Sopa
Rua Bernardino de Campos,1474
Brooklin Paulista
São Paulo
CEP: 04620-004

11 5533-7143

administrativo@reintegraturmadasopa.org.br

Parceiros